Tratamento Involuntário para Dependentes Químicos Em São Paulo

clinica de internação involuntária em SP

Tratamento Involuntário para Dependência Química Em São Paulo

O resultado do uso continuado de substâncias químicas faz com que o individuo perca a capacidade de tomar decisões; e, quando este individuo coloca sua vida , a de seus familiares e as das pessoas de seu convívio social

e profissional em risco ,e não vê a necessidade de um tratamento, é feita , então, a intervenção involuntária.

Tratar a dependência química como foi no passado, quando o número de pacientes voluntários eram a maioria, é um grande erro nos dias atuais.

Tratamento Involuntário para dependentes químicos em São Paulo e o papel da família

A família ,muitas vezes, fica presa em conceitos de que se o paciente não quiser o tratamento, este não funcionará, porem as estatísticas nos mostram o contrário.

Por exemplo:

PENSAMENTO DA FAMILIA

Ele precisa querer se tratar, senão o tratamento não funcionará …
Ele não vai mais querer falar comigo…
Ele vai sumir depois do tratamento…

Vamos dar mais um chance… (mesmo sabendo que várias já foram dadas

Sabemos hoje, através de farto material médico , que o tratamento involuntário é de grande eficácia para pessoas que enfrentam problemas com álcool e drogas.

O dependente não consegue fazer uma associação das drogas à fatores externos, acham que é apenas uma questão de dizer NÃO.

PRESSÃO PSICOLÓGICA USADA PELO DEPENDENTE

Nunca mais vou falar com vocês…
Quando terminar o tratamento eu vou sumir…
Se eu for levado a força podem esquecer que eu existo…

Vou fugir se perceber uma possível internação…
Me proponho a fazer um tratamento alternativo (mesmo que já tenha tentado).

Acreditar que o dependente de hoje é um paciente auto internante (voluntário), é um grande erro tanto da família quanto dos programas assistenciais, que possibilitam a internação somente de pacientes voluntários.

Devemos nos lembrar que a droga não é apenas questão de vontade do indivíduo, e sim uma necessidade física, mental e emocional.

Nos dias de hoje, a maioria dos pacientes chega de maneira involuntária, e poucos de maneira voluntaria, entretanto, consegue-se perceber que a desistência desses pacientes voluntários são mais freqüentes.

Geralmente esses pacientes têm como base de pensamento de que se tomou a decisão de adotar um tratamento, ele conseguirá por si só fazer o tratamento fora da instituição.

Infelizmente muitos não chegam a concluir nem os primeiros trinta dias do tratamento (Período primordial para desintoxicação).

Porém, nós ,os profissionais da área de saúde, conseguimos ver ,com clareza, que este paciente está em crise de abstinência.

Já com o paciente Involuntário a situação se torna diferente .Este tem uma certa resistência no início do tratamento pela própria necessidade orgânica da droga (crise de abstinência), mas passado o período de abstinência física,as

respostas começam a aparecer .

Tratamento não é confinamento!

Atualmente, o tratamento involuntário é muito discutido não só pela comunidade médica, mas por vários setores da sociedade por tratar-se de uma questão de saúde pública.

Vários centros de reabilitação se dizem especializados neste tipo de abordagem, mas nem sempre ofecerem tratamento e sim, confinamento. .

Tratamento humanizado

As clínicas de recuperação de dependência química em São Paulo, que buscam através de uma metodologia de humanização e conscientização no tratamento involuntário a aceitação do dependente químico, têm obtido

resultados significativos em períodos bem mais curtos.

Essa experiência tem ensinado aos profissionais , e aos familiares, que quanto mais é mostrada a capacidade de reação desse individuo, mais alto é o índice de aceitação da sua necessidade de tratamento e, por conseqüência, em sua

recuperação sem a necessidade de confinamento.

O QUE REALMENTE ACONTECE APÓS UMA INTERNAÇÃO INVOLUNTÁRIA

  • Já nas primeiras semanas o paciente começa a perguntar se os familiares estão entrando em contato;
  • Quando poderá falar com a família;
  • Se pode mandar cartas ou telefonar;
  • Quando será sua primeira visita e se a família virá.

Começa a vir, então, a conscientização da importância da família e da sua necessidade de recuperação.

A Clínica APSU A, conta com estrutura completa e estruturada para o melhor tratamento dos pacientes de dependências química e alcoólica.
Conte com a gente!!
.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Matéria sobre internação involuntária em clinica de recuperação em SP

Quando é necessária a internação involuntária em clínica de recuperação para dependente químico em SP?

Está com dúvida de quando é realmente válida a internação involuntária em uma clínica de recuperação / reabilitação para dependentes químicos ou alcoólatras na cidade de SP ou ao redor

post 10

TRATAMENTO PARA DEPENDENTES QUÍMICOS Objetivo: Mudança de fato de comportamentosRestruturação familiar, sobretudo nos laçosDesintoxicação física assistida por profissionais, contudo, oferecendo segurança e conforto para os pacientes em momentos de criseTratamento

100 OPÇÕES DE CLÍNICAS DE REABILITAÇÃO CONTRA DROGAS SP – CLÍNICAS DE RECUPERAÇÃO EM SP 2020

Encontre clinicas de reabilitação / recuperação em SP, Lista de clinicas de reabilitação criada em 2020 criada por Andrey e Marina, toda honra e toda a glória seja dada a

error: Content is protected !!