DROGAS E ADOLESCÊNCIA

DROGAS E ADOLESCÊNCIA

A adolescência pode ser definida como a fase de vida “recheada” de descobertas e de transformações físicas, psíquicas e sociais. Nesse período a pessoa está testando possibilidades. É o momento em que, naturalmente, se afasta da família em busca de

sua tribo , de seus iguais. Mas, não é só de transformações –positivas – que é feita adolescência. É , também,uma fase de grande vulnerabilidade, que expõe o jovem a vários riscos; e o abuso de álcool e drogas pode ser considerado o maior de todos.

Fora o comprometimento orgânico com danos ,por vezes, irreversíveis, não são raros os delitos que têm como origem o uso de drogas. Quaisquer substâncias psicoativas , usada de forma abusiva , aumentam os riscos de acidentes e violência e adolescentes

são mais vulneráveis por tornarem mais frágeis os cuidados com a auto preservação, já bastante enfraquecida nesse período da vida.
Podemos considerar que o envolvimento do adolescente com as drogas provém de

uma crise em que o jovem se defronta com o meio social em vive e sua história pessoal. Dessa maneira ,acreditam estar dando provas e respostas de sua autonomia ,
sendo capaz de atingir seus objetivos, nem sempre muito claros.
A droga aparece na adolescência muitas vezes como uma ponte que permite o estabelecimento de laços sociais, proporcionando ao jovem que seja aceito e pertencente a um determinado grupo diferente do núcleo familiar.

Quando a família busca orientação,informa-se e desmistifica conceitos e preconceitos estigmatizados pelo senso comum, as possibilidades de avanço no processo de tratamento de desintoxicação do adolescente são consideráveis.

Fatores que levam o adolescente ao uso de álcool e drogas

Culturalmente,vivemos em uma sociedade que por um lado promove um conjunto de normas bem definidas, comportamentos rigidamente moldados e dogmas incontestáveis. Por outro, ostenta-se uma política de pretensa aceitação da cultura

jovem. Este tipo de dualidade produz uma profunda desorientação no adolescente, de forma que a cada tentativa de trazer a tona suas expressões particulares, levanta-se contra ele uma gama de pressões e imposições. Porém, não podemos responsabilizar o

núcleo familiar como único, e grande, responsável pelo uso de drogas entre adolescentes, e,sim, encarar como um fenômeno complexo de multicausalidade. Vamos ressaltar alguns:

  • Aumento da impulsividade
  • Necessidade de aceitação por determinado grupo
  • Querer assumir um papel no mundo adulto
  • Predisposiçãogenética
  • Formação distorcida de personalidade
    -Fatores ligados ao meio em que vive
  • Dificuldade de lidar com frustrações
  • Insatisfação , baixa auto estima
  • Rejeição
  • Transtornos psiquiátrico e de personalidade…
    Por isso a necessidade de tratamento o quanto mais rápido é imprescindível no processo de recuperação. Lembramos que a adolescência é a fase de construção do ser humano.Sabemos que não é fácil para a família encarar a realidade e aceitar ter um filho/irmão ou qualquer outro ente drogado, mas negar o problema só faz com que ele cresça, e, infelizmente, não raro ser caminho sem volta.

Tratamento contra drogas e álcool na adolescência

A escolha para o tratamento de álcool e drogas na adolescência tem que levar em conta alguns fatores como: a disponibilidade do tratamento mais adequado para o jovem , a existência de clínicas especializadas próximas ao local de

residência ,a condição sócio econômica da família,a motivação do jovem ,bem como a gravidade de seu diagnóstico, o tipo de droga utilizada e a freqüência de uso são alguns deles.

O jovem pode ser internado num período integral , recebendo abordagens, além da desintoxicação propriamente dita, tais como a psicanálise,terapia comportamental e cognitiva-comportamental com o objetivo de desenvolver

melhores formas de relacionar-se consigo e com a sociedade de modo geral, capacitando-o a lidar com situações do cotidiano, superar problemas e frustrações sem a necessidade de refugiar-se nas drogas.

Onde e como tratar álcool e drogas na adolescência

Um dos principais critérios na escolha de uma clínica de tratamento é questionar os parâmetros dela para definir o êxito no tratamento de reabilitação de álcool e drogas .Atente-se à qualidade e eficácia do programa adotado.

Consideramos êxito quando a abstinência e o controle permanecem por,no mínimo, 5 anos após o término do tratamento.

O processo de reabilitação consiste em alguns processos principais:

Desintoxicação é a primeira fase do tratamento e consiste na remoção das substâncias da corrente sanguínea tornando o corpo menos dependente da droga ou do álcool. Esse período varia de acordo com a gravidade de cada caso sob cuidadoso monitoramento para que não ocorram sintomas de abstinência nocivos.
Terapia Cognitivo-comportamental e outros tipos de psicoterapia são utilizados para ajudar os pacientes a chegar às origens do seu vício. Podemos dizer que o estresse e pressão são os motivos mais comuns , afinal a pessoa

que se vicia em drogas busca esse caminho como uma forma de mudar sua realidade.
Tratamento ambulatorial que é a continuidade do processo de recuperação de um vício depois do período de internação em uma clínica especializada em dependência química e de álcool .Sessões de aconselhamento pessoal e em

grupo são componentes freqüentes. Os pacientes são incentivados a desenvolver passatempos construtivos e a seguir com afinco os seus projetos de vida, reconhecendo-se importante para si mesmo antes de tudo. Isso

proporciona auto estima e reduz o incentivo para voltar ao uso de drogas e álcool.
O tratamento ambulatorial envolve também a família que é fator fundamental para a completa recuperação do paciente.

Clínica de Tratamento da dependência ao crack

Tratamentos

  • Centro de reabilitação de usuários de álcool
  • Centro de reabilitação de drogas
  • Clínica para recuperação para dependentes alcoólicos
  • Internação involuntária, como proceder
  • Internação involuntária para dependentes químicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Internação Voluntária

Internação Voluntária Internação VoluntáriaA modalidade de internação voluntária na CLINICA ASUA, pode ocorrer no caso de quando o dependente químico tem aceitação suficiente dele próprio em buscar ajuda para se

Clínica para Internações Involuntárias

Clínica para Internações Involuntárias Clínica para Internações Involuntárias As drogas trazem muitos malefícios ao adicto que podem provocar alterações drásticas no comportamento do usuário, tais como irritabilidade, ansiosidade, agressividade, provocar

Encontre AGORA uma Clínica de Recuperação que Aceita Convênio Médico / Plano de Saúde

Encontre por Clínicas de Recuperação / reabilitação que está aceitando Convênio Médico Cada vez mais procuradas em nosso país, as Clínicas de Recuperação estão já aceitando convênios médicos para o

error: Content is protected !!