Como apoiar um alcoólatra que teve uma recaída?

Como apoiar um alcoólatra que teve uma recaída?
Entenda nesse artigo como apoiar um alcoólatra que teve uma recaída ou esteja necessitando de ajuda.


Recaída é um fato muito assustador para quem convive com viciado. Caso você ainda não presenciou uma recaída, muito provavelmente imagina o alcoólatra acordando ao lado de varias garrafas vazias e totalmente bêbado.

Mas isso não acontece bem assim. A recaída é um fato mais complexo e difícil que começa muito antes de um viciado em recuperação beber.

O que é a recaída?


Recaída é quando um viciado em bebidas alcoólicas consome o álcool após um período sem o seu consumo.

Você deve se surpreender ao constatar que aproximadamente 90% dos alcoólatras tem recaída pelo menos uma vez antes de controlarem seu vicio com maestria; dessa forma não é vergonhoso ter uma recaída.

Muitas pessoas que tem a mente forte e preparada acabaram tendo uma recaída, é o caso de famosos dependentes.

Entendendo o vicio em bebidas alcoólicas – Como apoiar um alcoólatra que teve uma recaída?


Antes de poder apoiar alguém que teve uma recaída, você necessita entender o convívio deles com o álcool.

Assim como você pode se apegar a algo material para se sentir menos nervoso e ansioso, os alcoólatras dependem do álcool para ficarem mais tranquilos. Ao não beber, este controle da tranquilidade é retirado de seus domínios.

Você deve saber que o vício não é apenas uma dependência física. Os viciados também têm um casamento emocional e mental com a bebida, ou seja, são três tipos de dependência que eles precisam lutar contra. Isso triplica as dificuldades a serem enfrentadas.

Você pode se imaginar se separando de um marido ou esposa de longo anos juntos ou mudar subitamente para um pais qualquer sem que você conheça nada da cultura deles, está é a luta de quem rompe repentinamente o uso de bebidas.

Seu organismo está ainda se adaptando ao não uso do álcool, que é de confiança dele a muito tempo. É um processo muito delicado.

Resistindo a tentação

Já teve a sensação de cheirar algo que te remeta à uma comida da infância ou a alguma coisa que você viveu?

Isso acontece porque nosso cérebro tem uma reação de gatilho. O vício se aproveita dessas brechas para entrar na vida da pessoa. A recaída começa com a mentalidade do indivíduo em resposta ao não uso. Pode-se chegar à recaída pelo cheiro ou ao avistar a bebida, o sofrimento e outras dificuldades também são gatilhos para acontecer a recaída.

Mesmo depois de tratado, a tentação de beber sempre andará com o viciado. A melhor coisa a ser feita para ajudar é retirar coisas relacionadas ao álcool do ambiente e criar um clima alegre para distrair o alcoólatra.

Sinais de inicio de recaída


Ocorrem certos sinais de alerta de que o viciado em álcool em reabilitação apresentará sintomas difíceis de controlar que podem indicar um principio do processo de recaída.

Esses comportamentos são mais comuns do que nós imaginamos, mesmo depois da reabilitação. Abaixo citaremos alguns desses comportamentos:

Eles são:


Fuga de convivência social pelo extremo desejo do uso
Dificuldade em tomar decisões
Irracionalidade
Se auto sabotar e viver dando desculpas
Sentir fortes sintomas de abstinência como irritabilidade
Negar que é dependente de álcool
Mudanças repentinas de humor em diversas situações de sua vida
Não aceitar que sua vida toda é um processo de luta e recuperação
Conversando sempre com alguma pessoa que está em processo de reabilitação igual a ele, você deve ter a capacidade de entender quando esses comportamentos começam a aparecer e quanto mais cedo agir, melhor é. Caso você notar alguém tendo estes comportamentos e eles fugirem da responsabilidade, é muito provável o processo de recaída acontecer com eles.

Como apoia-los mesmo assim? – Um alcoólatra que teve uma recaída.


Se você chegou até aqui provavelmente tem alguém na família que apresentou sintomas de recaída, não fique nervoso.

A recaída normalmente é causada pelo esgotamento, por isso a coisa mais importante a ser feita é promover um ambiente calmo para eles.

Respire com calma, converse com a pessoa que está passando por isso e ofereça sua ajuda. Utilize as dicas do titulo “Como ter esta conversa” no final deste texto, diga a ela que você está lá para ajudar e apoia-la.

Se o alcoólatra estiver se sentindo bem com a conversa, ajude-a a entendê-la que ela não está sozinha e sim com ajuda de muitas pessoas.

Porém não seja agressivo não façam eles se sentirem culpados, isso é pior para todos.

Seja companheiro até que se sintam tranquilos o suficiente para assumir o comprometimento e procurar apoio profissional.

Caso eles estiverem em estados que fogem do nosso controle, entre em contato com o nosso número que está disponível neste site.

Se você está conosco lendo este post é porque provavelmente conhece alguém em reabilitação do vício em álcool e quer saber mais sobre, o interesse já é um grande passo para a ajuda ao dependente.

Entender os mecanismos do vício é a melhor forma de ajudar o alcoólatra a sair dessa bem.

Como ter esta conversa


Antes de ter a conversa com o individuo que está passando por esse processo de recaída, coloque-se no lugar da pessoa. Para não consumirem álcool, eles estão brigando todos os dias contra si mesmos e contra seus demônios internos que o atiçam todo momento.

Todas as pessoas do mundo passam por dificuldades na vida, uma pessoa que pega uma barra de chocolate no mercado por não resistir é o mesmo mecanismo, um viciado está simplesmente pegando uma bebida, o objeto do vício muda, mas a mecânica dele sempre é igual.

Os “demônios” interiores que o tentam constantemente são muito fortes e muitas vezes, infelizmente vencem.

Seja simpático com essa pessoa, escutando atentamente o que ela tem a falar, só que não ignore o problema.

A recaída é grave e, você precisa ter empatia, porém, não pode ignorar a situação ou tirar suas responsabilidades. Seja forte, firme porém tenha empatia.

Abaixo estão algumas dicas para ajudar no diálogo:

Não deixe de escuta-lo com atenção e sem julgamento o tempo todo
Nunca tente faze-los se sentirem culpados
Converse com tempo, o diálogo deve ser longo
Sempre os lembre que eles tem apoio de muitas pessoas, e que já passou uma vez por essa situação difícil
Não minimize o sofrimento deles. Caso eles se sentirem culpados, deixe-o refletir – significa que eles podem aceitar a ajuda

Vida depois da reabilitação


A recaída é um sintoma comum do tratamento após ficar sóbrio e o perigo está sempre presente.

Entendemos que deve ser horrível ver o viciado sofrer uma recaída depois de toda sua evolução, pode parecer tempo jogado fora.

Mas não se esqueça da relação da pessoa com o álcool e monitore ele todos os dias, sem tirar sua liberdade claro.

Faze-lo se sentir seguro é uma prioridade e recaída não põe a perder todo tratamento. Todo dia sem consumir álcool é uma batalha vencida.

Converse com nossos especialistas! Atendemos e esclarecemos todas as suas dúvidas


Veja como nossos consultores poder auxiliar no tratamento de reabilitação eficaz. A avaliação via telefone tomará apenas de 5 a 10 minutos do seu dia. Isso ajudará você a escolher a melhor forma de tratamento para o dependente químico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Recuperação para alcoólatras

Clínica de recuperação para alcoólatras em São Paulo

Clinica de reabilitação para alcoólatras em SP – Tratamento do alcoolismo – Tratamento para alcoólatras em SP – Recuperação do álcool Como muitos já sabem, o vício em drogas pode

Dicas para quem busca um tratamento para dependentes químicos gratuito

Onde encontrar clicas gratuitas, saiba aqui mesmo nesta matéria algumas dicas, para quem busca um tratamento para alcoólatras ou dependentes quimicos gratuito, confira estás dicas e telefones que colocamos aqui

100 OPÇÕES DE CLÍNICAS DE REABILITAÇÃO CONTRA DROGAS SP – CLÍNICAS DE RECUPERAÇÃO EM SP 2020

Encontre clinicas de reabilitação / recuperação em SP, Lista de clinicas de reabilitação criada em 2020 criada por Andrey e Marina, toda honra e toda a glória seja dada a

error: Content is protected !!