Dependência química e alcoólica em mulheres – clinicas de reabilitação femininas

Dependência química e alcoólica em mulheres

A dependência de drogas e álcool é um dos maiores problemas de saúde pública contemporâneo, que assola homens,mulheres e adolescentes, sem distinção de classe social.Neste conteúdo trataremos, especificamente, de como afeta a mulher.

A dependência química e/ou alcoólica feminina tem diferenças marcantes da masculina. Partindo deste conceito, desenvolveu-se um tratamento especifico para atender as característica femininas.

As diferenças fisiológicas levam a mulher a uma vulnerabilidade maior para todas as drogas. As diferenças também se fazem notar na expectativa das mulheres em relação à ajuda. Elas esperam um tratamento abrangente, que cure não só a dependência química, mas,principal-

mente, suas dificuldades emocionais e de vida. Portanto, o objetivo é resgatar tudo aquilo de bom que foi perdido com ouso de drogas e álcool na vida da paciente, devolvendo a harmonia familiar e reestruturação social e profissional.

É uma doença crônica que leva a pessoa a uma progressiva mudança de comportamento, gerando uma adaptação a doença, a fim de proteger o consumo da droga

Tratamento

Um dos principais critérios na escolha de uma clínica de tratamento ,é questionar se esta conta com tratamento especifico para mulher no tratamento de reabilitação de álcool e drogas. A metodologia de recuperação quando voltada exclusivamente para

a mulher, apresenta resultados mais que satisfatórios quando somados ao desejo de recuperação da paciente que tem como perceber-se tal como é, retomando seu próprio caminho e seus planos devida.

A dependência química é uma condição orgânica que nasce da utilização constante de certas drogas psicoativas e do álcool, as quais, consequentemente , provocam o aparecimento de sintomas que envolvem especialmente o Sistema Nervoso Central, tornando-o dependente de

uma dada substância, sofrendo,assim,os efeitos de uma abstinência prolongada. É importante frisar que “dependência” é distinta de”vício”, que leva o usuário ao consumo excessivo e compulsivo da droga, criando uma ligação patológica com a substância utilizada.

Depois de feita avaliação do quadro de cada paciente, inicia-se o processo de desintoxicação, psicoterapia individual semanal,dinâmicas de grupo diárias, acompanhamento médico em todo o período de internação, ressocialização assistida.

A desintoxicação medicamentosa é de extrema necessidade na fase inicial, ele é que minimiza os sintomas da abstinência decorrentes da retirada da droga e/ou do álcool.As características e a intensidade do sofrimento físico e psíquico decorrentes

da suspensão do uso dependem do tipo de substância utilizada e do padrão de consumo da mesma. Por esses fatores, determina-se o período necessário à desintoxicação e ,também , a reação individual da paciente.

A Anamnese:

  • Estabelecer a relação profissional/paciente
  • Obter elementos essenciais do histórico clínico da paciente
  • Conhecer os fatores pessoais, familiares e ambientais relacionados ao uso
  • Obter elementos para guiar o médico no diagnóstico
  • Definir estratégia de investigação complementar
  • Definir o tratamento

Feita a anamnese individual, inicia-se a segunda etapa do tratamento, conduzida pelos psicólogos onde a paciente participará de sessões terapêuticas individuais e em grupo.

A psicoterapia individual é indicada na abordagem psicodinâmica dos casos mais complexos e em situações que se mostrem de alguma forma inadequadas para um trabalho em grupo.

A psicoterapia de grupo envolve recursos terapêuticos que oferecem ao dependente uma diversificação de contatos interpessoais que possibilitam o encontro com interlocutores de vivem e/ou viveram situações parecidas. O grupo funciona como

matriz de novos modelos de identificação , proporcionando a criação de vínculos e diferentes vetores de relacionamento. Dentre as sessões de terapia de grupo, estão incluídas as que contam com a participação dos familiares.

O acompanhamento nutricional é feito durante todo o período de tratamento , fornecendo uma alimentação equilibrada e seguras do ponto de vista higiênico sanitário. Portanto,não se resume em “alimentar” a paciente,mas garantir qualidade

e segurança do alimento. Para tanto, dentro da equipe técnica que cuidara do processo de tratamento anti drogas e álcool, é fundamental o papel do nutricionista que terá a seu cargo o acompanhamento ,desde a compra da mercadoria até o pro-

duto final. Trabalhará, também , o IMC (Índice de Massa Corporal ) da paciente para manter sob controle as condições nutricionais desta, fornecendo aconselhamento e educação alimentar .

Acompanhamento pós tratamento de dependência química e alcoólica

Independente do tipo de tratamento e do tempo de duração, há a necessidade de um acompanhamento posterior mesmo que,para isso,tenha que haver contato pessoal com determinada frequência que será estupulada pela equipe médica ao deixar a

clínica. Lembrando que não existe tratamento milagroso que exclua a necessidade de um intenso acompanhamento profissional e familiar ao fim do processo. O pós tratamento é a segunda etapa a ser encarada para garantir que não haverá recaída.

É importante que o dependente químico saiba que deverá estar sempre vigilante e que a expressão “ sopor hoje” precisa ser levada a serio. É nesse momento que a participação e apoio da família torna-se crucial. É com ela (família) que o dependente

em fase de ressocialização irá contar para encontrar forças promover as mudanças necessárias e começar uma nova vida onde as drogas não caibam.

Clínica de Tratamento da dependência química e do álcool

Tratamentos

  • Centro de reabilitação de usuários de álcool
  • Centro de reabilitação de drogas
  • Clínica para recuperação para dependentes alcoólicos
  • Internação involuntária, como proceder
  • Internação involuntária para dependentes químicos

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Clinica de recuperação em São Paulo que aceita plano de saúde

Clinica de recuperação em SP, clinica de reabilitação em São Paulo que atende plano ide saúde / convênio médico, clinica de recuperação para alcoólatras, clinica para alcoólatras em SP.

Clínica de Recuperação de Dependentes Químicos

Clínica de Recuperação de Dependentes Químicos Clínica de Recuperação de Dependentes Químicos A CLÍNICA ASUA é uma instituição que tem como finalidade a recuperação de dependentes químicos. Em nossas atividades

Clinicas de recuperação no Rio de Janeiro

Encontre as melhores clinicas de recuperação no Rio de Janeiro na Clinica Apsu A, tratamento para dependentes químicos e alcoólatras no Rio de Janeiro RJ, clinica para alcoólatras no Rio

error: Content is protected !!