Novo coronavírus e seu perigo para os dependentes químicos

Dependente químico e o Coronavírus

Notícias sobre o coronavírus e clinica de recuperação / reabilitação para dependentes químicos e alcoólatras. Seu perigo para os dependentes químicos

Há algum tempo, você tem visto falar sobre o novo coronavírus e do tamanho do perigo que ele oferece para as pessoas, não apenas do Brasil, mas do mundo. Se ele tem tanta gravidade para pessoas saudáveis, pode ser ainda mais terrível no caso dos dependentes químicos. Quer entender o motivo? Então continue lendo este post!

O que é o coronavírus?

É um grupo de vírus que causam infecções respiratórias, podendo ser elas, em geral leves ou moderadas, muito parecidas a um resfriado normal. Em alguns casos, esses vírus podem ocasionar doenças mais graves, principalmente nas pessoas que participam do grupo de risco, como idosos com diabetes ou hipertensão, por exemplo.

Qual é a diferença entre coronavírus e COVID 19?

COVID 19 é o nome da doença causada pelo coronavírus. Neste caso, infelizmente ainda não existe vacina ou medicamentos correto. Daí a importância da prevenção e dos cuidados para que não ocorra o contágio.

Por que a COVID 19 pode ser facilmente transmitidas para dependentes químicos?

Porque o contágio da doença é simples. Já que ela é muito contagiosa, basta um espirro ou tosse para que gotículas de saliva se espalhem e se alojem em alguma superfície, como vidro, plástico ou tecido. Logo após, se o indivíduo sem a doença tiver contato com uma superfície onde o vírus esteja alojado e leva as mãos à boca, nariz ou olhos, as chances de transmissão se aumentam muito.

Alem do mais, caso a pessoa contaminada tocar em outra saudável, também aumentam muito as chances de contágio, conforme divulga o Ministério da Saúde.

Entendemos que os indivíduos que possuem dependência química naturalmente não tem grandes preocupações com a higiene: compartilham cigarros, seringas e outros recipientes muitas vezes com quem se quer nunca viram, o que facilita as chances de adquirem a doença.

Por que dependentes químicos podem estar no grupo de risco?

Porque infelizmente o uso sem parar, de drogas pode ter como resultad diversos problemas de saúde no dependente. Entre os mais vistos estão as cardiopatias, sendo assim, os com problemas no coração.

Certamente, muitas das vezes, a pessoa não sabe nem como adquiriu essas graves doenças. Ela só terá conhecimento quando for internada para tratar a dependência, situação que é analisada por um grupo de muitos profissionais ou quando tem uma doença seria e é levada a um hospital.

Cardiopatas, independentemente da idade, participam do grupo de risco. Isso quis dizer que, se tiverem a COVID 19, possuem mais chances de ter seu quadro de saúde prejudicado pelo problema.

E a mesma coisa ocorre com outras doenças crônicas que o dependente já possua, e sendo assim,  se não estiverem controladas, podem ocasionar para uma piora no estado toral do paciente.

É um fator essencial, estar atento aos riscos da COVID 19 para todos, inclusive, principalmente para os dependentes químicos, esses muitas vezes, desconhecem a existência de doenças crônicas graves adquiridas devido ao  uso das drogas.

O Busca Clínicas de Recuperação pode auxiliar você! Se está tentando encontrar um local onde vai ser cuidada a dependência, lá você encontrará muitas opções que poderá filtrar por local, valores e muitos outros critérios. Sendo assim, não deixe de conhecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post

Tratamento de Dependência Química em Santos

Tratamento de Dependência Química e alcoolismo em Santos Atualmente nos dias atuais pessoas com dependentes químicos em suas casas estão procurando cada vez mais um tratamento para tratar a dependência

Tratamento Involuntário em Itanhaém

Tratamento Involuntário em Itanhaém Tratamento Involuntário em Itanhaém CLÍNICA ASUA: A MUDANÇA DE VIDA DECIDIDA POR VOCÊ!!!!!! A CLINICA ASUA disponibiliza tratamentos de internação involuntária na cidade de Itanhaém sp,

tratamento dependente químico e clinicas

Clínica para tratamento da dependência em crack em clinicas de recuperação

Clínica para tratamento da dependência em crack Como se chega até o crack? Vários fatores psicológicos e sociais podem levar a pessoa a experimentar drogas pela primeira vez. Dentre eles,

error: Content is protected !!